28 de Janeiro de 2009

 

São considerados DEVERES os seguintes:
1.      Respeitar o animal e a sua natureza.
2.      Proporcionar as condições adequadas às necessidades específicas de cada indivíduo.
3.      Respeitar outros animais e os respectivos proprietários.
4.     Respeitar os espaços envolventes, evitando comportamentos poluentes, ou pouco amigos ambientalmente.
5.     Respeitar os locais e instalações onde se praticam as actividades de Ensino e Obediência.
6.     Salvaguardar o bem-estar e saúde de pessoas e animais durante as práticas.
7.      Salvaguardar regras de segurança para os intervenientes humanos e animais.
8.     Zelar activamente pela conservação dos espaços físicos e dos materiais, de modo a proporcionar aos animais e pessoas as condições melhores possíveis para o Ensino e Obediência.
9.      Contribuir atempadamente até ao dia 8 do respectivo mês com a quota aplicada.
10.   Comunicar de forma clara o desejo de participação ou interesse numa determinada actividade, dentro dos prazos impostos pela coordenação.
 
São considerados DIREITOS os seguintes:
1.     Aceder livremente às práticas instruídas, desde que cumpridos os deveres de utente.
2.     Participar activamente em todas as actividades direccionadas aos utentes, sem tratamento desigual baseado em factos como crenças, opiniões, hábitos, raça, ou quaisquer outros de carácter social, nível de aprendizagem, temperamento do animal, etc.
3.     Ser respeitado pelos demais utentes, e pelos coordenadores das actividades, recebendo para isso um tratamento cortês e de boa índole.
4.      Exprimir livremente as suas dúvidas, ideias ou necessidades especiais em função das matérias de aprendizagem.
5.     Participar em todas as actividades de carácter público direccionadas à sociedade civil em que o Grupo esteja integrado.
6.      Receber a instrução e formação adequada ao nível de aprendizagem a que está submetido.
7.     Apresentar ideias, sugestões de actividades, ou projectos que dignifiquem o Treino de Ensino e Obediência, e que promovam o interesse pela actividade numa perspectiva individual ou pública na Região Autónoma da Madeira.
8.     Receber da coordenação os respectivos comprovativos de cumprimento dos seus deveres enquanto utente.
9.     Ser informado com o intervalo de tempo adequado, da realização das actividades, ou da alteração de local ou data das mesmas.
10.  Receber dos demais intervenientes um tratamento adequado e o mais imediato possível no caso de acidente durante a realização da actividade.

GEOCM
publicado por geocm às 22:10

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30


blogs SAPO